• Criminal

Oficina de Gestão Investigatória

oficinaA convite do Grupo de Estudos "Rogério Luz", na tarde do dia 16 de agosto, a Equipe do CAOPCriminal realizou, na cidade de Maringá, o Encontro de Trabalho com o tema "Oficina de Gestão Investigatória".

Além de propiciar uma discussão sobre as dificuldades enfrentadas pelas Promotorias na atividade investigatória, o espaço permitirá tratar das estratégias do Ministério Público diante do cenário deficitário das estruturas policiais paranaenses. Serão abordados temas relacionados ao planejamento estratégico criminal e à gestão da investigação, em seus aspectos teóricos e práticos.

 

 

Data | 16 de agosto de 2019

Horário | 13h às 18h

Local | PUC - Maringá, Av. Duque de Caxias, 1020, sala 119

Público-alvo | Membros do Ministério Público 

Autorizações | Resolução de autorização do PGJ para participação dos membros do MPPR 

Notícia publicada pela Escola Superior do MPPR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Programação

1º Bloco: Gestão investigatória sob uma perspectiva estruturante (1h30)

Alexandre Ramalho de Farias | Alexey Choi Caruncho | Ricardo Casseb Lois (Promotores de Justiça do CAOP Criminal)
André Tiago Pasternak Glitz (Promotor de Justiça ex-CAOP Criminal)

13 horas
    I – Questões preliminares:
    • É possível uma gestão investigatória eficaz diante da rotina e problemas das Promotorias criminais?
    • Contextualizando os três eixos de uma atuação criminal eficaz e seus reflexos na atividade investigatória
    • A aferição da efetividade da atuação da Promotoria Criminal
    II – Possibilidades de mudança de paradigma:
    • Inquérito Policial Eletrônico e seus desafios para a Promotoria
    • Proposta da gestão investigatória criminal: 
        ◦ Etapas estruturantes (sistemas e plataformas)
        ◦ Etapas funcionais:
            ▪ Organização, gestão e priorização
            ▪ Contextualização e desenvolvimento de estratégia investigatória
    • Alinhamento entre unidade centralizadora e Promotorias criminais
        ◦ Projeto de reformulação do controle externos
        ◦ Projeto de redesenho das Promotorias criminais de Curitiba
Debates e discussões (30min)


2º Bloco: Gestão Investigatória sob uma perspectiva procedimental (2h30)

Alexandre Ramalho de Farias | Alexey Choi Caruncho | Ricardo Casseb Lois (Promotores de Justiça do CAOP Criminal) 
André Tiago Pasternak Glitz (Promotor de Justiça ex-CAOP Criminal)
Gustavo Eloi Razera (Promotor de Justiça da 1ª Promotoria de Capanema/PR)

15 horas
    I – Questões preliminares:
    • Por que tratar de gestão investigatória?
    • O que envolve a gestão investigatória?
    II – Oficina I: a gestão da informação
    • Problematizações
    • Material de apoio 
    III – Oficina II: peculiaridades da investigação financeira
    • Importância, desafios e cautelas do KYT
    • Ferramentas e Plataformas
    • Tabelamento e organização de dados
    IV – Oficina III: a gestão documental
    • Problematizações
Debates e discussões (30min)

18 horas
    Reunião Associativa

19 horas
    Encerramento

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem